Golpistas dos Correios querem reduzir a jornada de trabalho com redução salarial

carteiro enfiando carta

No último dia 8, a direção golpista da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos) anunciou no seu boletim interno, Primeira Hora, que irá reduzir a jornada de trabalho de alguns setores da empresa, com a redução salarial.

Os golpistas querem passar a jornada de trabalho de oito horas,  para seis horas de trabalho, e com isso reduzirá os vencimentos do trabalhador que tiver essa mudança.

Essa medida, é mais uma forma dos golpistas, que controlam a direção da ECT, atacar os direitos dos trabalhadores visando abrir caminho para a privatização dos Correios. Significa um aumento da exploração dos trabalhadores, que acabarão fazendo a mesma coisa que faziam em 8 horas de trabalho, agora em um tempo mais expremido,em 6 horas de trabalho.

Somente a luta contra o golpe pode impedir esse ataque aos trabalhadores nos Correios, como diversos ataques que acontecem na estatal visando sua privatização.

Para se opor a estes ataques, barrar a privatização dos Correios é preciso derrotar o regime golpista, para o que é preciso construir comitês de luta contra o golpe nos Correios, Pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas! Pela Liberdade de Lula.