Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Nessa sexta-feira (23 de março) os trabalhadores dos Correios receberam em seus locais de trabalho o Primeira Hora, boletim interno da direção golpista da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), que trata das mudanças que ocorrerãno novo plano de saúde da categoria.

Após a entrega do plano de saúde da categoria pelos sindicalistas do Bando dos Quatro (PT, PCdoB, PSTU e diretoria do Sintect-MG – LPS) que assinaram uma acordo coletivo de trabalho aonde deixavam o plano de saúde de fora, entregando o destino desse plano aos ministros biônicos do TST (Tribunal Superior Trabalho). Desta forma, o plano de saúde passou de gratuito para um plano de cobrança de mensalidades.

O boletim anunciava aos trabalhadores os parâmetros que a ECT utilizará para cobrar as mensalidades.

Mas o mais incrível no documento dos golpistas da direção da ECT foi a desfaçatez em que apresenta como “alternativa” para que o trabalhador não pague mensalidade que o mesmo retire do plano os seus dependentes (cônjuges e filhos).

Veja o texto do boletim dos golpistas : “Aqueles que desejarem sair do plano ou excluir dependentes poderão fazê-lo e terão um prazo para se manifestar. Para ajudar nessa decisão, a empresa irá disponibilizar, nos próximos dias, um simulador para que os empregados possam calcular quanto pagarão de mensalidade.”

Ou seja, a direção golpista da ECT, em uma atitude “fraterna” de “solicitude” irá auxiliar seus empregados a sair do plano de saúde e excluir seus filhos de serem atendidos pelo plano.

Desta forma, esses golpistas evidenciam que são verdadeiros abutres da classe trabalhadora, que estão a espreita do sofrimento dos trabalhadores para se deliciarem com a desgraça alheia.

É por isso que a luta contra o golpe de estado no Brasil, do qual Guilherme Campos, do PSD, presidente golpista dos Correios, é beneficiário e toda classe operária é vítima, é uma luta de vida ou morte.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas