Golpistas do STF aumentam o próprio salário para R$ 39 mil enquanto há 13 milhões sem emprego

stf

Da redação – O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (8), por 7 votos a 4, aumentar o próprio salário de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil, iniciando no orçamento de 2019. O auto-reajuste de 16,38% para os ministros da Corte demonstra como essa instância faz o que bem entende, sem controle algum da sociedade civil que hoje vive com o número de 13 milhões de desempregados.

A decisão de colocar no Orçamento o reajuste geral para o Judiciário Federal e estaduais, irá beneficiar 20 mil togados não eleitos pelo povo com os supersalários. Na Justiça Federal, a conta do aumento vai para R$ 717 milhões.

Os funcionários públicos que hoje estão sendo perseguidos com leis de fiscalização, com o fim da “regra de ouro” da estabilidade, gostariam muito que pudessem aumentar seu próprio salário como os “deuses de toga” fizeram.