Golpistas destroem o Fies

educação

Como já era esperado o Golpe de Estado que vem se aprofundando no país tem levado adiante um projeto de destruição total das políticas públicas voltadas aos setores pobres da sociedade brasileira. O plano dos golpistas, que já aprovaram a lei da terceirização, o fim da CLT e o congelamento dos gastos públicos pelos próximos 20 anos, inclui também o fim da aposentadoria e a privatização da saúde e da educação.

Todos esses planos, que servem apenas aos capitalistas estrangeiros e grandes banqueiros, estão sendo colocados em prática com uma velocidade assustadora, o que pode ser visto de forma exemplar no caso do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) que vem sendo atacado ferozmente pelos golpistas. Segundo levantamento realizado, nos dois semestres de 2017 o Fies celebrou seu menor numero de contratos em seis anos (170.905) o que deixa claro o desgaste que programa vem sofrendo desde a derrubada ilegal da presidenta Dilma Roussef em 2016.

A destruição do programa tem se dado principalmente por meio da aprovação de mudanças cada vez mais restritivas que obrigam os candidatos a comprovarem um numero maior dados, mas também pela crescente restrição ao credito e a limitação das vagas nas universidades privadas. Assim como o conjunto da classe operária, os estudantes também tem sido vitimas diretas do Golpe de Estado no Brasil, que ataca os direitos da população e retira todos os investimentos públicos dos programas sociais apenas para entregar o dinheiro do povo brasileiro para os banqueiros estrangeiros.