Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
20180529_175259
|

A advocacia Geral da União (AGU), juntamente a Petrobras lançaram ao Tribunal Superior do Trabalho uma liminar que visa barrar a greve dos petroleiros. A mesma está prevista para iniciar dia 30/05 e serão pelo menos 72 horas de greve.

O argumento dos golpistas é que a adesão dos petroleiros seria prejudicial à sociedade, que enfrenta dificuldades de abastecimento. Segundo seus cálculos o custo por dia de paralização ssria de R$349 milhões. Além disso reforçam afirmando que o caráter da greve é político-ideológico, chamando ela, inclusive, de ilegal.

A Federação Única dos Petroleiros, juntamente a sindicatos filiados convocam greve nacional. A Federação Nacional dos Petroleiros entrará em greve a partir do dia 30 por tempo indeterminado.

Os sindicatos pedem a redução dos preços do combustível,  além da saída de Pedro Parente, presidente da Petrobras. José Maria Rangel, coordenador geral da FUP, também salienta que a greve é contra a privatização.

A adesão dos petroleiros a greve é um importante passo na consolidação da greve geral, que deve ser chamada pela CUT. É através da luta dos trabalhadores, nas ruas, que será possível barrar a ação dos golpistas, colocar para fora Temer e libertar Lula.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas