Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O golpe de Estado de 2016 fez um grande estrago em todo o ambiente político brasileiro, desgastando a imagem dos golpistas. Por causa disto, muitos integrantes do governo de Temer estão se desvinculando para evitar aparecerem ligado ao golpe, uma manobra eleitoral.
Na primeira semana de janeiro de 2018, o governo federal já conta com 3 ministros que anunciaram seu desligamento. Ao mesmo tempo que as manobras eleitorais começam a ser planejadas, o ambiente de descontentamento não parece estar diminuindo, mas se radicalizando cada vez mais como mostra o alto índice que Lula apresenta nas pesquisas da burguesa.
Os golpistas abandonam Temer, mas não abandonarão o golpe. Nesse sentido, a vontade manter a função política dos parlamentares golpistas pode esbarrar na fragmentação e desmoronamento do regime parlamentar e dos partidos tradicionais da direita apresenta, mais uma contradição do golpe.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas