Golpe nos Planos de Saúde: agora você vai pagar a mensalidade e também o tratamento

retrocesso

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que, foi tomada pelos golpistas, permitiu que empresas de plano de saúde, cobrem mensalidade e mais um adicional sempre que fizer um procedimento: paga o plano e paga mais diversas vezes.

Os planos de saúde, que já tem diversas regalias, entre elas poder aumentar o preço de suas mensalidades sem qualquer regra, sem seguir qualquer índice de tributação, agora vai cobrar as famigeradas franquias: pagar também pelos procedimentos.

Entidades e especialistas em defesa do consumidor criticam a proposta. A médica René Patriota, coordenadora da Associação de Defesa dos Usuários de Planos e Sistemas de Saúde (Aduseps) explica:

“A ANS precisa definir de qual lado ela está. Porque parece que ela sempre busca o melhor para atender ao mercado e às operadoras de planos de saúde. Criar franquias para o uso dos planos é uma aberração. Não se pode comparar a saúde com sistemas usados para gastos com automóveis, em caso de acidentes. Acho que os consumidores não vão aderir a esses modelos e espero que a norma seja revista antes de entrar em vigor.”

Mesmo com plano de saúde, se a pessoa sofrer de alguma emergência, por exemplo, estiver em um acidente grave, se não tiver dinheiro irá para o “depósito de gente”, assim como um carro que passasse por um acidente e o dono não tivesse dinheiro. Vai pro ferro velho. O golpe, que está acabando com o Sistema Único de Saúde (SUS), agora ataca quem pode pagar por um plano de saúde. Os coxinhas que fiquem atentos: o golpe atingirá toda a população, inclusive quem o defende.

Os idosos e pacientes com doenças crônicas são os que mais sofrerão. O golpe vem para matar pobre, velho, doente crônico e terminal. Se houver crise aguda, o plano de saúde também não estará lá para te ajudar.

É obvio que o economista-chefe da Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) defende a iniciativa: é o golpista defendendo o golpe. Ainda vem com a desculpa esfarrapada de que não irá mudar nada para os usuários antigos do plano de saúde, apenas os novos. Fiquemos atentos: se foi preciso fazer ressalva, é por que a medida é horrível para o povo!

Sabemos que o próximo passo vai ser retirar os direitos dos usuários antigos. Uma analogia: assim como o primeiro ataque é nos salários dos funcionários ativos e que se aposentarão depois, o próximo ataque é aos aposentados. Ganhavam aposentadoria integral e se aposentavam por tempo de trabalho: cortaram aposentadoria e precisam trabalhar até a morte.

Os planos de saúde que já são odiados por toda a população, estão envolvidos em quase meio milhão de processos judiciais por ano!

Sabemos que agências reguladoras como a ANS não são mais nada que empresas que ajudam outras empresas a esfolar seus clientes. Elas permitem o total ataque aos direitos dos usuários, clientes, pacientes, consumidores. São uma ferramenta do governo golpista para tentar legitimar seus ataques.

A destruição do SUS vai jogar os mais pobres na cova e os preços dos planos de saúde vai jogar toda a outra parte da população que ainda pode pagar algo em uma cova “enfeitada”. O golpe tenta levar toda a população para a pré-história.