Golpe destruiu o SUS: cidades no Brasil inteiro estão sem remédios há quatro meses

Fotos produzidas pelo Senado

A política do golpe de Estado é de completa destruição das condições de vida da população. Isso fica evidente na situação de extrema crise que está sendo levada a parcela mais pobre do povo. De acordo com um levantamento feito Conselho Nacional de Secretários Municipais da Saúde, cerca de quatro mil municípios do pais estão sem abastecimento de medicamentos por parte do governo a cerca de quatro meses. O secretário do Conselho Nacional afirmou que essa e a pior crise de abastecimento dos últimos anos.

Entre os medicamentos que  em falta, estão, por exemplo, o remédio para Hepatite C, para pacientes transplantados, e aqueles para tratamento de Azheimer. O secretario afirmou também que em uma reunião em maio com o Ministério da Saúde, o problema da distribuição seria sanado, todavia, o problema se mantém e se aprofunda.

Esse e um exemplo claro do caráter predatório da política dos golpistas, organizada pelo imperialismo contra o povo brasileiro. Estes mesmos setores agora manobram para garantir que seu candidato predileto, Geraldo Alckmin, ganhe as eleições e imponha essa política de terra arrasada contra a população.