Golpe de Estado no Brasil será o tema da próxima Universidade de Férias do PCO

BRAZIL-IMPEACHMENT-ROUSSEFF-VOTE

A 42ª Universidade de Férias do Partido da Causa Operária  (PCO) e Acampamento da Aliança da Juventude Revolucionária (AJR) – que acontecerá entre os dias 23 e 29 de julho em São Paulo – terá como tema de estudo central o golpe de Estado no Brasil. Para se ter sucesso neste intento, de compreensão de um evento histórico, é necessário analisar o momento da história nacional e mundial, para que, ao reconstruí-lo e analisá-lo teoricamente para que se possa identificar os nexos causais responsáveis por tal evento.

Da crise da ditadura ao golpe de 2016, ou seja, do surgimento do regime político dito democrático a sua supressão com o golpe, é o quadro histórico que será submetido ao rigor da análise marxista, com vistas, logicamente, não só a intelecção do processo, como também à organização da luta política em defesa dos direitos democráticos do povo e do socialismo.

A Universidade de Férias se diferencia de todos os cursos que foram ou estão sendo oferecidos nas Universidades por intelectuais pequeno-burgueses. Na Universidade domina, no panorama teórico, um sem números de teorias pouco ou nada científicas, além dos preconceitos políticos característicos do pequeno-burguês. Os intelectuais universitários são, em sua maioria, “Homens de salão”, que no melhor dos casos adotam um profundo centrismo como guia político. Não podem ser a vanguarda da luta revolucionária do povo contra os golpistas, nem oferecer uma compreensão que auxilie nesta luta.

Diferentemente destes, o curso da Universidade de férias do PCO é ministrados por experimentados revolucionários, que dominam a teoria marxista, científica, que são profundos conhecedores da história política nacional e mundial e que participaram ativamente de todo este processo.

Longe do centrismo, a perspectiva é sempre a luta pela revolução proletária, pela defesa dos interesses dos oprimidos e explorados, sem com isso, pelo contrário, dispensar o rigor da ciência marxista. “ Só um partido orientado por uma teoria de vanguarda pode desempenhar o papel de combatente de vanguarda”, a Universidade é expressão da teoria de vanguarda que orienta o Partido, cujo, sentido é a formação do militante, mais apto a luta revolucionária.

Além de todo o conhecimento propiciado pela universidade de férias, contribui para a formação do revolucionário o ambiente e os valores socialistas vividos nesta fundamental atividade.

Coordenado e também ministrado pelo companheiro Rui Costa Pimenta, Presidente Nacional do PCO, o curso terá por como base teórica seu mais novo livro, Golpe de Estado no Brasil: balanço e perspectivas.

Para uma formação revolucionária, que integre teoria e prática, venha para a Universidade de Férias do PCO, o mais tradicional curso de formação teórica marxista do país.