Golpe acabou com o sonho da casa própria: crédito imobiliário encolhe 50%

180119144912-647997ffb1e1866caba540c1ad4daaa3

O golpe de Estado é a política de destruição das condições de vida do povo. Um exemplo disso é a diminuição do crédito destinado à aquisição de casa própria. Em 2014, o valor acumulado para o crédito foi de R$ 168 bilhões. Já em 2017, o montante caiu pela metade, foi de R$ 86 bilhões, já considerando a inflação do período.

Um dos fatores que mais afetaram a queda do crédito foi a alta do desemprego. Após o golpe, o desemprego não parou de subir no país, hoje atinge, de acordo com os dados da própria imprensa golpista, cerca de 14 milhões de pessoas. Dado este que tende a ser muito maior do que o divulgado.

Outro fator que interfere na diminuição do crédito é o desmonte da própria Caixa Econômica Federal. Na mira da privatização, a Caixa sofre com a falta de investimento, o que dificulta a disponibilização de crédito para a população, mesmo o banco público tendo 70% do mercado.

Trata-se da política de terra arrasada dos golpistas, que visa tirar dos mais pobres e da classe trabalhadora, para sustentar os lucros dos grandes capitalistas. Contra essa ofensiva só há uma alternativa, a mobilização popular contra o golpe de estado, por meio da formação dos comitês de luta contra o golpe em todas as categorias profissionais, nos bairros, empresas e escolas.