“Go Kane!” A manchete racista da imprensa inglesa antes do jogo contra a Colômbia

capa-do-jornal-the-sun

O tablóide britânico The Sun, pouco antes da partida na Copa da Mundo, pelas quartas de final, entre Inglaterra e Colômbia, fez um ataque racista contra o país latino-americano. Em sua manchete o periódico imperialista de focadas e mentiras, fez um trocadilho no sentido de desqualificação e estigmatização do país como produtor de drogas.

Com a manchetes “ Enquanto os 3 leões enfrentam a nação que nos deu Shakira,café e outras coisa, nós dizemos: Go KANE”. Go Kane faz alusão ao jogador inglês Harry Kane e ao mesmo tempo é semelhante à pronúncia de “cocaína” em inglês.

A provocação gerou declaração do embaixador da Colômbia, Nestor Osório escreveu, no também imperialista The Guardian: “É triste que usem um ambiente festivo e amigável como a Copa do Mundo para atacar um país e estigmatizá-lo”.  A provocação racista também repercutiu na imprensa colombiana.

O periódico inglês, no entanto, expressa bem o pensamento da burguesia imperialista a respeito dos países atrasados, considerando-os todos  “bárbaros”; compartilha esse pensamento também os capachos imperialismo nos países atrasados, que atuam contra o povo de seu próprio país para atender os interesses da burguesia imperialista racista.