GLO em Roraima já posiciona o exército para invadir a Venezuela?

exercito

A muito tempo a imprensa contra o golpe vem denunciando a participação cada vez mais intensa do exército na situação política e advertindo para que todos abram os olhos para uma possível intervenção militar. Após uma série de operações de Garantia Lei e da Ordem realizadas em todo canto do país, agora foi a vez de Temer decretar o emprego de Forças Armadas em Roraima, após o ataque fascista de elementos da extrema-direita contra Venezuelanos na fronteira com Venezuela-Brasil.

“Eu decretei hoje o emprego das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem no estado de Roraima. Naturalmente para oferecer segurança para os cidadãos brasileiros e migrantes venezuelanos que fogem em busca de refúgio no Brasil. Tomei essa decisão para complementar as ações humanitárias que o governo federal promove há vários meses em Pacaraima e Boa Vista”, disse cinicamente o presidente golpista, Michel Temer.

O que Temer não diz é que na verdade está fazendo isso como forma de ameaçar a Venezuela, ficar pronto para poder atacar qualquer momento o país. Desta forma, mais uma vez os golpistas demonstram sua submissão política total ao imperialismo, participando de uma invasão da qual não tem nada a ganhar para um país que vem explorando a mais de um século o Brasil. Essa é a política da direita.