Bombardeio no Oriente Médio
O jornalista norte-americano utilizou as redes sociais para relembrar o caráter opressor do governo Biden, que tenta se passar por democrático

Por: Redação do Diário Causa Operária

O jornalista Glenn Greenwald ironizou o gabinete identitário de Joe Biden após os bombardeios à Síria cometidos ontem (25). Em sua conta do Twitter, o jornalista disse ao retweetar a informação sobre os bombardeios: “(bombas) entregues com empatia e compaixão por um gabinete diverso”.

A ironia faz referência ao fato de que Joe Biden tenta manipular a opinião pública se mostrando como democrata e defensor das chamadas minorias, ao construir um gabinete com pessoas de gêneros, raças credos e orientações sexuais diferentes. No entanto, seu governo bombardeia países oprimidos.

Glenn também relembrou o momento em que Jen Psaki, atual secretária de imprensa da Casa Branca, questionou a legalidade de bombardeios na Síria por parte do governo Trump e instigou quem o segue a fazer o mesmo questionamento à jornalista agora que ela é parte do governo Biden.

 

Send this to a friend