Gleisi Hoffmann, presidente do PT, irá denunciar prisão de Lula em reunião do BRICS

34894442372_d7285c0ece_k

Da redação – Em nota oficial, o Partido dos Trabalhadores (PT) anunciou que a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, irá denunciar a perseguição política ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e defender sua liberdade na reunião dos BRICS.

O BRICS é um grupo de cooperação política internacional formado pelos governos nacionalistas do Brasil (na época do Lula), Rússia, Índia, China e África do Sul (antes do golpe).

A reunião irá ocorrer em Tsuane, na África do Sul, e foi convocado pelo Congresso Nacional Africano, partido do falecido Nelson Mandela.

Segunda a nota, “O PT foi o único partido brasileiro convidado para a reunião. Da Rússia, participam o Rússia Unida, que está no governo, e o Partido Comunista. Da Índia, o Partido do Congresso e o Partido do Povo. Da China, o Partido Comunista. A reunião ocorrerá de terça-feira (4) a quinta-feira (6)”, do mês de Dezembro.

Ou seja, será uma reunião de partidos e políticos que, de certa forma, são contrários à política do imperialismo. E portanto, a Senadora e futura Deputada Federal faz certo ao tentar criar uma aliança política em torno da Liberdade do Lula.