Siga o DCO nas redes sociais

Vitória da ala lulista
Gleisi é reeleita presidenta do PT e defende Lula presidente
Vitória de Gleise é um reforço importante para aqueles setores do partido que repudiam a política de acordo com os golpistas
gleisi-lula_agenciapt
Vitória da ala lulista
Gleisi é reeleita presidenta do PT e defende Lula presidente
Vitória de Gleise é um reforço importante para aqueles setores do partido que repudiam a política de acordo com os golpistas
Lula e Gleisi. Foto. Ricardo Stuckert: Agência PT.
gleisi-lula_agenciapt
Lula e Gleisi. Foto. Ricardo Stuckert: Agência PT.

Encerrado neste domingo, dia 24, o 7º Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores, PT, terminou com a reeleição de Gleisi Hoffman como presidente nacional do partido. Apoiada pelo ex-presidente Lula, Gleisi obteve 71% dos votos e continuará no cargo.

Em seu discurso de reeleição, Gleisi defendeu que o PT “quer Lula presidente de novo”. A vitória da paralamentar paranaense consiste em uma importante vitória da ala lulista do partido, ou seja, da ala esquerda do PT. Nos últimos anos, apesar das pressões da ala direita do Partido, representada pelos governadores do nordeste e figuras como Tarso Genro, Fernando Haddad, entre outros, que pressionam no sentido de um acordo com a direita tradicional, com a política de virar à página do golpe, chegando até mesmo a defender o abandono da luta pela liberdade de Lula. Gleisi e a ala lulista mantiveram de maneira coesa a luta pela liberdade do ex-presidente, contra o golpe de Estado e contra os ataques que o PT e toda a esquerda sofrem por parte da direita.

Assim, a vitória de Gleisi, juntamente com a soltura de Lula por meio da mobilização popular – que em seu discurso durante o 7º Congresso defendeu que o PT tem que ser um partido que polarize com a direita, ou seja, um partido de esquerda – são um grande reforço para aqueles setores que querem uma política de luta contra a direita, que não querem  chegar a um acordo com aqueles que derrubaram a ex-presidenta Dilma e organizaram a própria prisão de Lula.

É preciso impulsionar a luta deste setores em uma perspectiva que leve de fato à derrota definitiva de todo o processo golpista. Neste sentido, o Partido da Causa Operária, PCO, juntamente com os Comitês de Luta Contra o Golpe convocam a II Conferencia Nacional Aberta de Luta Contra o Golpe que ocorrerá nos próximos dias 14 e 15 de dezembro em São Paulo.