Gleisi declara que é preciso enfrentar Bolsonaro

Lula-e-Gleisi-Hoffman-em-Curitiba-201403140003

Em nota publicada no Painel da Folha de S. Paulo, no dia 02 de janeiro, Gleisi Hoffmann, senadora (PT-PR) e presidenta nacional do PT, afirmou que é preciso enfrentar Bolsonaro. De acordo com ela, “todo governo que não tem projeto precisa de um inimigo a ser combatido. Nós somos o do Bolsonaro, mas não temos medo e vamos enfrentá-lo”.

A respeito da declaração do senhor Jair Messias Bolsonaro sobre o socialismo, Gleisi satiriza ao afirmar que “temos 15 milhões na miséria, não universalizamos nem a educação básica. Onde está o socialismo?”.

A nota informou, também, que, no dia 14 de janeiro, Gleisi reunirá os líderes da sigla no Congresso juntamente com a cúpula do Instituto Lula e da Fundação Perseu Abramo para debater qual será a linha de atuação frente ao governo Bolsonaro. A senadora destacou que “Oposição é oposição”.

Na última quinta-feira (03/01), ao sair da visita ao ex-presidente Lula na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba-PR, Gleisi salientou uma fala de Lula que afirma que cada vez mais o povo brasileiro vai precisar dos partidos de esquerda e dos movimentos sociais posicionados na defesa dos seus direitos, pois o governo de Bolsonaro veio para tirar direitos, utilizar discurso de ódio e, até o momento, não apresentou nenhuma proposta para o Brasil de como resolver os problemas da população pobre.