General golpista dos Correios anuncia o fechamento de 161 agências e demissões

agnecia dos correios

Nesta terça-feira (21/5), a direção golpista da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), sob o controle do general golpista, Juarez Aparecido de Paula Cunha, anunciou em seu boletim interno “Primeira Hora”, que irão fechar 161 agências próprias até o dia 5 de julho.

O pacote privatista e lesa-pátria da direção golpista dos Correios inclui a demissão dos trabalhadores atendentes comerciais, que estão nessas agências, apresentando como saída para esses trabalhadores o PDV (Plano de Demissão Voluntária), se transformar em carteiros ou uma transferência para unidades longínquas da casa do trabalhador.

O cinismo dos golpistas dos Correios é tamanha que a direção dos Correios apresenta esse desmonte das atividades dos Correios para beneficiar franquias, com o termo “readequação da rede de atendimento e da força de trabalho”, dizendo que fechar agências vai dar mais sustentabilidade para a ECT, uma perfídia.

O objetivo da destruição das agências próprias dos Correios está voltado para levar a população usar as franquias, para aumentar ainda mais os lucros das famílias que controlam essas agências, aonde vaza milhões de reais dos lucros da empresa para esses capitalistas.

É necessário que os trabalhadores dos Correios se mobilizem contra o fechamento dessas agências, o sucateamento dos Correios pelos golpistas, através de uma luta concentrada em torno da derrubada dos golpistas do governo federal, através da palavra de ordem de Fora Bolsonaro e todos os golpistas, Liberdade para Lula, eleições gerais, Lula candidato.