Internacional
Chefe do Estado Maior se sentiu incomodado e disse não saber do que se tratava.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Trump e o general Mark Milley uniformizado. | Foto: AP Photo/Patrick Semansky

O general chefe do estado maior norte-americano, Mark Milley declarou nesta quinta-feira (11) que foi um erro ter ido uniformizado  à caminhada de Donald Trump para posar para uma foto em frente à igreja de St. John, próxima à Casa Branca em meios aos manifestantes que foram reprimidos com gás lacrimogênio e balas de borracha para que Trump pudesse fazer a caminhada.

O general disse que achou que a caminhada fosse para passar em revista às tropas da Guarda Nacional que estavam na área. Milley também disse que estava indignado com o assassinato brutal e sem sentido de George Floyd e reiterou que se opunha aos envio de tropas militares para reprimir protestos pelo país.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas