Greve na Comcap
Nesta última segunda-feira (30/11), trabalhadores da Autarquia de Melhoramentos da Capital (Comcap), localizada na cidade de Florianópolis, declararam greve por tempo indeterminado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
16049447931_240e6097d0_c(1)
Caminhão da Comcap | Foto: Prefeitura de Florianópolis

Nesta última segunda-feira (30/11), trabalhadores da Autarquia de Melhoramentos da Capital (Comcap), localizada na cidade de Florianópolis, Santa Catarina, declararam greve por tempo indeterminado.

A Comcap é uma autarquia municipal da cidade de Florianópolis, responsável pela execução dos trabalhos de limpeza pública, coleta de resíduos sólidos e administração e manutenção do Jardim Botânico de Florianópolis. Ela foi criada na década de 70 e era anteriormente uma empresa de economia mista, porém tornou-se uma autarquia durante um processo de readequação ocorrido em julho de 2017.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (SINTRASEM), que representa a categoria, em 2019 foi assinado acordo coletivo que previa reajuste salarial de 4,7%, referente às perdas com a inflação, e de R$ 2,50 no ticket alimentação. A prefeitura do município, se escondendo atrás da lei complementar federal número 173/2020, que regulamenta o socorro a Estados e municípios durante a crise do COVID-19, alega que está proibida de  conceder reajustes até dezembro de 2021. Além disso, alega que, graças a baixa arrecadação, infringirá a Lei de Responsabilidade Fiscal se cumprir o acordo com a categoria.

O prefeito Gean Loureiro, do DEM,responsável por propor e fechar o acordo em 2019, declarou que irá à Justiça solicitando a declaração de ilegalidade do movimento grevista.

O SINTRASEM, através de seu presidente, Renê Munaro, ressalta que o acordo foi feito em 2019, com data-base de 1 de novembro, inclusive foi fechado de forma bianual para evitar onerar as finanças do município. Ńote-se também não se trata de aumento salarial, mas reposição de perdas inflacionárias, o que é permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Portanto a alegação da prefeitura de que o cumprimento do acordo é uma ilegalidade é mentira.

É importante que a população apoie e fortaleça a mobilização dos trabalhadores Comcap, o acordo feito deve ser cumprido em sua totalidade e sem mais redução de direitos. Após abandonarem a população a própria sorte durante a pandemia, os governantes se escondem atrás de mentiras e desculpas como a Lei de Responsabilidade Fiscal (sempre torcida a bel-prazer quanto interessa aos poderosos), para negar os direitos básicos dos trabalhadores sob alegação de falta de dinheiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas