Menu da Rede

Rui Pimenta: “Doria pode ser o candidato principal da burguesia”

Anterior
Próximo

Internacional

Furacão Eta impactou a produção de alimentos no Panamá

País perde cerca de 11 milhões de dólares em alimentos por conta de furacão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Devastação provocada pelo furacão Eta – Foto: Prensa Latina

As perdas hoje chegam a cerca de 11 milhões de dólares provocado pelo furacão Eta em Tierras Altas, celeiro do Panamá, garantiu o ministro do Desenvolvimento Agrícola, Augusto Valderrama.
Durante um balanço preliminar com os principais produtores da província ocidental de Chiriquí, uma das mais impactadas, o proprietário garantiu que entre as lavouras prejudicadas Banana, dendê, arroz, café, mamão, mandioca, abóbora, feijão bóer, batata, cebola, repolho, milho, tomate e feijão.

Em declarações à imprensa, a secretária técnica do Conselho de Ministros da Agricultura, Blanca Gómez, disse que esta situação é bastante preocupante porque muitas plantações como a de banana estavam em período de colheita.

Ele afirmou que essas afetações podem aumentar dentro de duas ou três semanas, quando as águas acabam baixando, enquanto graves danos são adicionados a drenagem e a irrigação, canais primários e secundários e estradas de produção.

Ele especificou que em algumas regiões como Renacimiento, onde estão concentradas 728 fazendas plantações de café, deslizamentos de terra ocorreram que colocaram a colheita do café, especialmente quando ainda está chovendo em muitos lugares.

Até o momento, a Associação de Cafés Especiais do Panamá relatou quedas na produção de grãos aromáticos entre 15 e 20 por cento, um valor que poderia ser maior.

Na opinião dos moradores, os níveis de enchentes são registrados, principalmente na área del Barú, não tem história nos últimos 50 anos, enquanto as perdas no setor pecuarista chiricano gira em torno de 725 mil 778 dólares.

De acordo com o primeiro relatório elaborado por um grupo interinstitucional de especialistas, também há efeitos sobre a produção de pastagens melhoradas e forragens, bem como sobre os setores de suinocultura, avicultura e apicultura.

Outra consequência da Eta em Tierras Altas é a falta de empregos e a possibilidade de cumprir com o pagamento de compromissos bancários de safra, já que na maioria dos casos não será possível.

Segundo o gerente geral do Banco Nacional, Javier Carrizo, cerca de 420 clientes produtores da esta instituição, com saldos de empréstimos devidos de cerca de $ 72 milhões, eles foram prejudicados por este furacão.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.