Funeral das eleições: PT anuncia desistência de Lula

Screen Shot 2018-09-11 at 5.37.38 PM

Da redação – Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, acaba de anunciar que Lula não será mais o candidato do partido à presidência da República. Terminava hoje o prazo dado pela justiça golpista para a troca da candidatura. Sob o risco de não participar das eleições presidenciais, o PT cedeu à pressão da direita. Desta forma, a direita conseguiu impor a desistência da candidatura.

Em frente à PF em Curitiba, Gleisi afirmou que esse era um momento de “dor e revolta” para o PT. Gleisi afirmou que o Pt enfrentou os golpistas registrando a candidatura no dia 15. “Infelizmente a candidatura de Lula foi impugnada”, disse a presidenta do PT, e “não deram a Lula o direito de disputar as eleições”. Segundo Gleisi, Lula decidiu que o PT deve apresentar um candidato nas eleições mesmo que ele não possa participar.

Em seguida, Luiz Eduardo Greenhalgh leu uma carta de Lula para os presentes, em que o ex-presidente indicou Fernando Haddad como seu substituto e defendeu as realizções dos governos petistas. Lula denunciou também a perseguição da direita golpista, “minha condenação é uma farsa judicial”, afirmou na carta o ex-presidente.

Esse gesto do PT consolida a política do chamado “plano B”, com Haddad como candidato e Manuela D’Ávila, do PCdoB, como candidata a vice. Para a direita golpista, trata-se de uma vitória em sua tentativa de apresentar a fraude eleitoral como um processo legítimo.