Menu da Rede

Tigrões com estátuas, tchutchucas com os tucanos

Ruralista organizam assalto

Funai e UDR unidas nos ataques contra os povos indígenas

Alteração em normativa da FUNAI permite que latifundiários tomem de assalto terras indígenas

Registro de uma atividade indígena. –

Em mais um ataque criminoso contra as comunidades originárias do país, o presidente da Fundação Nacional do Índio, Marcelo Xavier, ex-delegado da Polícia Federal e aliado dos setores ruralistas, articulou juntamente com Nalbhan Garcia, Secretário Especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, ex-dirigente da União Democrática Ruralista, a UDR, organização fascista de assassinato da população camponesa, a alteração da Instrução Normativa 9/2020 da FUNAI.

Com a mudança, além das reservas indígenas e terras dominiais de comunidades indígenas, serão reconhecidas no Sigef apenas as Terras Indígenas (TIs) de ocupação tradicional homologadas por decreto presidencial. Ou seja, todos os territórios que ainda estão sob processo de demarcação serão excluídos deste procedimento  e poderão ser passíveis de ocupação, venda e loteamento. Atualmente no Brasil são cerca de 237 territórios que se encontram nesta situação.

Trata-se de um violentíssimo ataque às comunidades tradicionais que lutam pelo reconhecimento de seus territórios contra a sanha do latifúndio nacional. Após as aprovação da Medida Provisória nº 910/2019 no Congresso Nacional, medida esta que facilita, praticamente torna legal a grilagem de terras, o agronegócio e os setores ruralistas ganham mais um “presente” da direita golpista, possibilitando que eles tomem de assalto as terras indígenas.

A medida torna passíveis de serem vendidos cerca de  9,8 milhões de hectares em terras públicas, uma área que equivale ao estado de Pernambuco.

O que chama atenção neste ataque é o apoio declarado do dirigente da FUNAI ao assalto aos indígenas. Ou seja, no governo fascista de Bolsonaro, o órgão que deveria, em certa medida, defender os interesses das comunidades tradicionais, torna-se mais um instrumento de controle da direita golpista no ataque aos povos indígenas. Já denunciamos a alguns dias que a FUNAI estava atrasando o envio para as comunidades da “ajuda” financeira liberada pelo governo federal.

No vídeo publicado no facebook, em que Nalbhan Garcia aparece junto a Marcelo Xavier, ambos declararam que colocarão em marcha no Congresso Nacional o congelamento das demarcações de terras no país, projeto defendido pelo golpista Bolsonaro.

A direita golpista, todos os seus setores, estão aproveitando da crise do coronavírus para impor um duro ataque aos setores mais oprimidos da sociedade. A única alternativa é a mobilização.

É preciso mobilizar as comunidades tradicionais para colocarem pra fora da FUNAI a direita golpista e bolsonarista, é necessário colocar o órgão sob o controle dos próprios indígenas.

Organizar nas comunidades os comitês de auto-defesa para reagir às provocações da direita e seus capangas, vincular esta mobilização à luta pela derrubada do governo ilegítimo. Fora Bolsonaro e todos os golpistas!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.