Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Os trabalhadores em frigoríficos, os que sofrem mais acidentes e doenças no Brasil, são verdadeiras vítimas da ganância dos patrões.
Os operários trabalham feitos burros de carga, com materiais cortantes, maquinários que, invariavelmente, estão sem manutenção e sem proteção facilitando os acidentes que são corriqueiros, acontecem todos os dias, chegam, levam em determinados casos à morte.
Os esforços repetitivos trazem aos trabalhadores dores insuportáveis e deixa os membros atrofiados impedindo, em pouco tempo de trabalho deixa-os inválidos.
Os patrões não dá nenhuma importância para esses problemas e, quando o operário vai procurar se tratar, quando há oportunidade, pois os patrões punem os trabalhadores por se ausentar, mesmo não havendo condições de trabalhar, uma vez que seu objetivo é única e exclusivamente o lucro.
Quando, no limite de sua capacidade física, de suportar a dor, o operário tenta se afastar, sem que o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) o conceda nenhum benefício, apesar de incapacitado para qualquer coisa. Ou seja, por um lado, os patrões que esfolam seus funcionários, abandonam quem lhes deu muito lucro e, para desespero, o órgão que deveria tratar de sua saúde e lhe amparar de alguma forma, também o abandona.
A fuga encontrada, muitas das vezes, é viver trancafiado, em casa, distante de tudo e de todos, conforme diz a Organização Não Governamental (ONG) Repórter Brasil, em documentários realizados sobre a situação dos trabalhadores em frigoríficos chamado “Moendo Gente”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas