Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Os patrões do Frigorifico Milano, localizado em São Caetano do Sul, região do ABC paulista, não pagaram aos trabalhadores o adiantamento quinzenal, o que deveria ter ocorrido até a última terça-feira (20).
Conforme denúncia dos trabalhadores,  é a segunda vez que ocorre dos patrões descumprirem a Convenção Coletiva dos Trabalhadores.
Os trabalhadores que contam com o valor do vale quinzenal, para poder pagar suas dívidas e fazer compras de alimentos, agora serão obrigados a adiar as compras e quando forem acertar as dívidas terão que pagar com multa.
Além de ocorrer essa situação, os patrões estão avisando informalmente que o trabalhador está de férias, porém, não dão nenhum documento para comprovar o gozo dessas férias e, pior, as férias são pagas em parcelas, paga-se a primeira parcela no inicio e sabe-se se lá quando o trabalhador receberá a outra parte do pagamento dessas férias.
Quando os trabalhadores questionam de que não está correto o que estão fazendo, o próprio patrão diz que aos seus funcionários de que na empresa dele funciona do jeito que ele quer e quem não estiver contente pode ir embora.
O Frigorifico Milano pode muito bem ser chamado de senzala, pois a atitude que os patrões têm com seus funcionários é tal e qual a de um senhor de engenho, aos moldes do período da escravidão.

Contra esta situação, é preciso mobilizar os trabalhadores junto com o Sindicato da categoria, para acabar com esses e outras medidas escravagistas dos patrões do Milano.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas