Frei Betto diz que Bolsonaro no poder é culpa do PT… e não do golpe de estado

frei betto

Em sua visita a França para um evento organizado pela associação cultural francesa Autres Brésils, o militante e ativista Frei Betto concedeu uma entrevista Rádio França Internacional (RFI) para falar sobre a situação atual do Brasil após as eleições.

Na entrevista Frei Betto afirmou “vejo um resultado democrático de fato, Bolsonaro foi eleito com 57 milhões de votos”. Essa colocação já revela a confusão política e negar toda uma operação fraudulenta que levou Bolsonaro a “ganhar” as eleições. A análise de Frei Betto esquece que tiveram que os golpistas tiveram que impedir a candidatura de Lula, proibir que aparecesse na campanha eleitoral de Haddad, apreensão de materiais de campanha do PT pela polícia e TSE, caixa 2 de Bolsonaro, e principalmente, eleições tutelada pelos militares e que na declaração do General Villas Bôas deixou claro a tutela. O General afirmou que as Forças Armadas estiveram “no limite” quando houve o julgamento do habeas corpus de Lula.

Outro ponto equivocado de Frei Beto foi afirmar que o Partido dos Trabalhadores (PT) “cometeu alguns equívocos, entre eles o de não ter promovido a alfabetização política do nosso povo, ou seja, criou-se muito mais uma mentalidade de consumista do que de cidadão protagonista político, e isso se refletiu agora na eleição de Bolsonaro”.

Mesmo quando o entrevistador afirmou que nesse último período houve muita discussão política, Frei Betto insistiu no argumento sobre a famosa ‘alfabetização política’ afirmando que “sim, se falou, mas não se promoveu, não se produziu uma racionalidade política de tal maneira que as pessoas entendessem as causas do desemprego, as causas da pobreza, as causas da miséria…”.

A pergunta que fica o que seria uma alfabetização política e uma mentalidade consumista? Essas confusões servem apenas para atacar o PT e forçar a famosa ‘autocrítica’ que a direita pede para o PT realizar.

A mentalidade consumista é o trabalhador pobre e miserável consumir o mínimo necessário para sua sobrevivência e uma vida um pouco mais digna?

E o que seria a alfabetização política? Seria ler textos para os trabalhadores sobre a origem da pobreza e da exploração para combater a burguesia e a extrema direita? Essa afirmação é puramente acadêmica e não serve para analisar os acontecimentos que ocorreram no governo do PT.

A consciência dos trabalhadores se dá através da luta contra a burguesia. Os trabalhadores vão se educar e criar a consciência de classe através da experiencia nas lutas realizadas e tirar suas conclusões. Um bom exemplo disso é que se não houvesse uma unidade da burguesia em torno do golpe e da fraude dificilmente a direita voltaria ao poder. Isso foi fruto da experiência dos trabalhadores.

Afirmar que o PT não trabalhou a consciência dos trabalhadores é esquecer de toda uma operação golpista que foi montada desde a prisão de José Dirceu e o chamado Mensalão. Independente das decisões tomadas pelo PT a direita iria reagir com extrema violência, como por exemplo ocorre em Honduras, Paraguai, Nicarágua, Venezuela e diversos outros países.

As eleições não tiveram nada de democrática e a população não escolheu Bolsonaro para ser presidente. O que houve foi uma enorme fraude eleitoral e quem escolheu Bolsonaro para presidente foram os militares para entregar o Brasil para o imperialismo.