França: Macron, que foi eleito contra a extrema-direita, despeja clandestinamente imigrantes na Itália

macron

Da redação – Na fronteira entre Itália e França policiais italianos encontraram um furgão da Gendarmaria Nacional da França desembarcando migrantes africanos em uma floresta nos arredores de Claviere. Isso aconteceu na sexta-feira (12) e está sendo examinado pelo ministério público de Turim.

“Estou esperando novidades. Não quero acreditar que a França de [Emmanuel] Macron utilize a própria polícia para descarregar imigrantes na Itália de forma escondida. Mas se alguém pensa que pode nos usar como campo de refugiados da Europa, violando leis, fronteiras e acordos está muito enganado.” Disse o ministro do Interior Matteo Salvini, responsável pelas forças de segurança italianas.

Esse episódio demonstra a crise de refugiados na Europa e a falta de responsabilidade diante desse problema. A França racista de Macron não aceita refugiados em suas fronteiras. O próprio Macron se vende como principal adversário da extrema-direita na União Europeia, mas na hora de fazer uma política que leve em conta esse “fato” ele realiza a mesma política de seus “adversários”.