França: em meio a gigantesca crise política, imperialismo francês usa tiroteio em Strasbourg para aumentar repressão policial

strasbourg-police-fusillade-e277c4-0@1x

Da redação – Três pessoas morreram em um tiroteio ocorrido ontem (11) à noite, em Strasbourg. Treze pessoas foram atingidas e oito estão em estado crítico.

Com isso a França passou para o modo “atentado urgência”, o mais alto ponto do plano Vigipirata, que reforça o número de policiais nas ruas nas fronteiras francesas. Uma política para aumentar a repressão, diante da imensa crise que vive o país.

As grandes manifestações de rua que ocorrem na França neste momento colocaram o regime francês em crise. Por isso, a burguesia arrumou um pretexto para aumentar a repressão política. Trata-se de uma manobra. Por mais que o atentado não tenha sido previamente pensado para servir de pretexto (o que realmente não dá para saber), o imperialismo aproveitou o ocorrido para reprimir a população.