FOTOS: Imprensa que derrubou Dilma comemora sucesso do #EleNão

Captura de Tela 2018-09-29 às 20.22.53

A imprensa golpista fez ampla divulgação nos últimos dias de um movimento orquestrado pela direita para atacar o fascista Jair Bolsonaro. O movimento, sob a cobertura do apartidarismo, cresceu nas redes sociais como uma maneira encoberta de pressionar eleitores de direita  a não votarem em Bolsonaro, optando por candidatos mais “civilizados”, supostamente, e de justificar uma eleitoral fraude.

Os organizadores do movimento chegaram a agradecer ao presidenciável Geraldo Alckmin, do PSDB, por ter convocado as manifestações. A candidata financiada pelo imperialista George Soros e pela família Setúbal, Marina Silva falou no ato. Quando unifica-se a esquerda com o setor mais importante da burguesia, é natural que as manifestações sejam grandes, e que suas fotos sejam estampadas nas manchetes da imprensa golpista. Foi o que aconteceu.

Veja as capas dos principais noticiários do País. Resta saber quais são as próximas jogadas manipulação.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.