Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
magem
|

Na última quinta-feira, três fortes em Pernambuco completaram 80 anos de tombamento. O Forte do Brum, o Forte das 5 Pontas e o Forte Orange são testemunhas da História do Estado nordestino, tendo sido tombados pelo IPHAN no ano de 1938. As três fortalezas, que constam no volume 1 dos Livros do Tombo Histórico e das Belas Artes, são candidatas à Patrimônio da Humanidade junto à UNESCO.

O Forte de São Batista do Brum está localizado no bairro do Recife, na parte central da capital pernambucana. Construído no século XVII, o forte participou de vários momentos decisivos da História pernambucana, servindo tanto de refúgio para governadores, como de presídio para os rebeldes de insurreições.

O Forte Tiago das Cinco Pontas também construído no século XVII, mas por iniciativa de comandantes neerlandeses, durante a ocupação holandesa na capitania pernambucana. No século XIX, foi o local onde o Capitão José de Barros (o Leão Coroado) resistiu à voz de prisão, matando à espada o Brigadeiro Barbosa de Castro. Depois da revolução o forte foi utilizado como presídio para os revolucionários.

O Forte Santa Cruz de Itamaracá, conhecido como Forte Orange, fica na paradisíaca Ilha de Itamaracá, no Litoral Norte pernambucano. O forte foi inicialmente construído pelos holandeses, mas, após a expulsão destes pelos portugueses, uma nova construção foi reerguida pelos vitoriosos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas