Foro de São Paulo expressa solidariedade à Venezuela diante dos ataques imperialistas

venezuela-5

Caracas, AVN O Foro de São Paulo expressou sua solidariedade ao governo e o povo venezuelano diante da arremetida imperial, e ratificou seu apoio ao chefe de Estado, Nicolás Maduro, às vésperas de sua posse para um novo período de governo 2019-2025.

As organizações políticas participantes da reunião do Grupo de Trabalho do Foro de São Paulo (GT-FSP), realizada em São Paulo, durante os dias 8 e 9 de dezembro, ressaltaram que a Venezuela está hoje à frente da luta contra o projeto de recolonização promovido pelo imperialismo norte-americano, “com a cumplicidade de alguns governos lacaios da região e das grandes corporações informativas mundiais, que coordenam uma campanha sistemática orientada a deslegitimar o governo bolivariano”.

As organizações políticas pertencentes ao Foro de São Paulo recordaram que no dia 10 de janeiro Nicolás Maduro será juramentado como presidente depois que a maioria do povo venezuelano decidisse “de maneira soberana, legal e legítima, segundo foi reconhecido e avalizado pelas e pelos acompanhantes internacionais que estiveram presentes na Venezuela “manter à frente da presidência do país sul-americano a quem o Comandante Hugo Chávez, líder histórico da Revolução Bolivariana, encomendara dar continuidade ao projeto de amplas transformações iniciado em 1999”.

Através de um comunicado, o Foro de São Paulo alertou que o novo período não estará isento de novas arremetidas contra a pátria de Simón Bolívar e Hugo Chávez, “a quem hoje se impõe um criminoso bloqueio político-diplomático, econômico-financeiro e comunicacional; apesar do chamado ao entendimento e respeito mútuo realizado pelo Companheiro Presidente Nicolás Maduro”.

Diante disto as organizações políticas que integram o Foro de São Paulo manifestaram seu apoio ao reiterado chamado a um grande diálogo nacional para a paz na Venezuela, formulado por Nicolás Maduro, “assim como a concórdia, cooperação e fraternidade entre os países da região e, de maneira especial, com o irmão Povo colombiano”.

O Foro de São Paulo celebrou ainda a realização das eleições para vereadores nestes domingo, já que fortalece a  democracia participativa e protagonista da Venezuela.