Siga o DCO nas redes sociais

Universidade de Férias do PCO
Formar militantes capacitados politicamente para enfrentar o fascismo
Curso do PCO sobre o fascismo tem uma perspectiva prática diante do problema do fascismo e de como combatê-lo
grito dos excluidos PCO
Universidade de Férias do PCO
Formar militantes capacitados politicamente para enfrentar o fascismo
Curso do PCO sobre o fascismo tem uma perspectiva prática diante do problema do fascismo e de como combatê-lo
Foto: Arquivo DCO
grito dos excluidos PCO
Foto: Arquivo DCO

Amanhã começa a 45ª Universidade de Férias da Aliança da Juventude Revolucionária, atividade de formação política do Partido da Causa Operária. O tema do curso apresentado nesta Universidade de Férias será o seguinte: Fascismo, o que é e como combatê-lo. Continuando o curso da 43ª Universidade de Férias, dessa vez será analisado o fenômeno do fascismo na Áustria, Espanha, Portugal e Japão. Por meio de uma análise histórica dos acontecimentos, o curso apresenta conclusões políticas para a compreensão do fascismo nos dias de hoje, e para, a partir dessa compreensão, agir na prática diante do problema do crescimento da extrema-direita.

Essa perspectiva prática do curso sobre o fascismo do PCO é fundamental para os militantes levarem adiante a luta política contra a direita e o bolsonarismo. Conhecendo o desenvolvimento de movimentos de extrema-direita do passado, e como eles foram derrotados, ou não, os militantes estarão preparados para saber como agir. E saberão identificar os erros e acertos da luta contra o fascismo no passado, orientando-se melhor diante do problema à medida em que ele se apresenta hoje para a classe trabalhadora.

O curso terá duração de oito dias, indo do dia 17 até o dia 25, e será também uma oportunidade para a militância reforçar os laços em atividades culturais e de lazer. A própria realização de um evento como esse é um exemplo prático de como combater o fascismo. Parte crucial dessa luta é a construção de um partido operário e independente que possa apontar para a população uma saída para a crise política e econômica do País.

A construção de um partido revolucionário é precisamente o meio principal para combater o fascismo. O desenvolvimento de um partido revolucionário é o desenvolvimento da própria revolução. Em contrapartida, o movimento fascista é contrarrevolucionário, e seu desenvolvimento é um avanço da contrarrevolução e o retrocesso da revolução. De modo que a atividade partidária que visa a construção de um partido operário é parte da luta contra o fascismo.

Além da formação da militância que já está no partido, o curso também visa esclarecer o público em geral e os simpatizantes e filiados sobre o perigo do fascismo e como enfrentar esse perigo. Ainda dá tempo de se inscrever e as inscrições podem ser feitas por meio do sítio da Universidade Marxista, em www.universidademarxista.com.br.