Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Recentemente, ocorreu um assalto à mão armada no bloco de engenharia da UFAL (Universidade Federal de Alagoas), dois tiros foram disparados e os pertences de uma professora foram roubados, apesar de ninguém ter saído ferido. Diante da situação, a direita que sempre procura aproveitar-se do desespero causado pelas mazelas sociais do capitalismo, levantou a proposta de se colocar mais policiais militares na universidade.

Isso não acontece isoladamente, trata-se de uma das consequências do golpe de estado. A repressão, que aumentou consideravelmente no campo e nos bairros populares, não poderia deixar de lado as universidades. Essa proposta acontece ano mesmo momento em que o país está às beiras de um golpe militar. O assassinato da vereadora Marielle Franco, assim como a experiência pela qual estão passando os trabalhadores cariocas, comprovam que o aumento da repressão é constante.

Por isso, para a direita, é necessário controlar as universidades, que sempre tiveram um papel importante na mobilização política do país, através do movimento estudantil. As experiências da Ditadura Militar (1964-1985) e da recente ocupação da PM na USP (quando foram presos centenas de estudantes) comprovam que a polícia nas universidades apenas é um instrumento para conter o movimento estudantil.

Por isso, todos aqueles que se dizem progressistas e defensores dos direitos democráticos devem se posicionar contra a invasão da PM nas universidades. E se de fato existe um problema de segurança na universidade, deve-se entender que isto não será resolvido pela repressão policial, mas sim resolvendo as diversas mazelas sociais que existem, passando pela reforma da estrutura universitária, que na UFAL é extremamente precária, pois os lugares são mal iluminados, dispersos e sem infraestrutura.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas