Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
imgpsh_fullsize
|

Da redação – Pesquisa do instituto Ipsos encomendada pelo veículo de imprensa francês Le Point mostra que o presidente da França, Emmanuel Macron, alcançou o pior nível de popularidade desde que chegou ao governo, em maio de 2017.

De acordo com o estudo, somente 20% dos entrevistados apoia o presidente direitista e neoliberal.

O número, que já é baixo, entretanto, parece estar muito acima da realidade. Como um instituto da burguesia, o Ipsos tenta ainda elevar a popularidade de Macron, um dos principais dirigentes políticos do imperialismo na presidência de um país atualmente.

Macron quase não tem mais apoio na França. Com a onda de mobilizações iniciadas pelos “coletes amarelos” há mais de um mês, seu regime está em crescente esfacelamento, e o povo já não admite mais Macron na presidência. O “Macron démission” é o lema das manifestações, que agora contam com grande participação estudantil e operária, e não representa somente o repúdio ao presidente, mas também a todo o regime político.

A política neoliberal é abertamente rechaçada pelo povo francês, assim como é odiada pelos povos do mundo inteiro. A crise política que se abriu com as mobilizações populares na França é uma das maiores amostras disso.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas