Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

A população carioca, ao contrário do que dizem alguns, é contra a intervenção militar nas favelas e periferias do Rio de Janeiro. Foi uma constatação prática, inclusive, do Partido da Causa Operária, que lá está panfletando e colando cartazes contra a prisão de Lula e contra a intervenção.

Ou seja, já existe na disposição do povo em colocar para fora as Forças Armadas, posto que elas estão atuando de maneira totalmente brutal na cidade, especialmente contra negros, pobres e trabalhadores. Estão, inclusive, revistando e cadastrando moradores, como se os estranho lá não fossem eles, os militares.

Essa ocupação militar, por outro lado, é um experimento decisivo para os militares, que, se conseguirem estabilizar a situação, manter a intervenção, devem inevitavelmente partir para outros estados, avançar sobre outras áreas, até consolidar seu domínio no regime político.

Nesse sentido, a luta contra a intervenção militar no Rio assume um caráter nacional; é uma luta que irá definir os rumos do regime golpista. E é por isso que é preciso organizar o povo da cidade para expulsar as Forças Armadas das comunidades ocupadas.

O “Fora Forças Armadas do Rio de Janeiro” precisa ganhar o aspecto organizativo, de criação de comitês de luta contra a intervenção em todos os bairros e favelas. É uma derivação dos próprios comitês de luta contra o golpe de Estado. Ou seja, é uma necessidade que se impõe diante da luta contra a direita e suas instituições golpistas.

Além do mais, é medida urgente diante do avanço dos militares fortemente armados, além dos policiais militares, contra a população civil, que já está sofrendo os efeitos da invasão, com perda de direitos democráticos elementares, como o de ir e vir, habitação, etc. além, em muitos casos, da própria vida.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas