Fora Doria: servidores da Unesp continuam em greve por tempo indeterminado

unesp

Da redação – A Universidade Estadual Paulista (Unesp) é mais uma das universidades atacadas pela direita golpista. Assim como a UERJ, a universidade paulista está sendo totalmente sucateada pela política do governo tucano, que reina em São Paulo desde os anos 90.

Desde o início deste ano, os servidores da universidade se manifestaram contra não pagamento do 13º de 2018 e os ataques que vêm sofrendo no últimos anos.

Na quarta-feira (20), os servidores da Unesp-Bauru os servidores entraram em greve. No dia anterior foi realizado uma assembleia, onde os funcionários decidiram: greve por tempo indeterminado.

O representantes dos professores afirmaram que possivelmente irão acompanhar e entrar em greve à partir de segunda-feira (25).

A mobilização dos servidores do Estado de São Paulo revela uma grande tendência para luta contra o golpe. Por isso é preciso que todas as categorias saiam às ruas para derrotar os ataques da direita. Os governos que estão no poder são inimigos dos trabalhadores e por isso é preciso sair às ruas e dizer “Fora Bolsonaro, Fora Dória, Fora Covas!”