Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
7273049_x720
|

Da redação – O governador fascista e golpista de São Paulo, João Doria, declarou na última sexta-feira (04) que quer privatizar a Companhia Paulista de Transportes Metropolitanos (CPTM).

Em entrevista à coxinha rádio Jovem Pan, o bolsonarista do PSDB eleito em meio à fraude criticou, hipocritamente, a estrutura e a qualidade das estações de trens da CPTM.

Se alguém tem culpa pela falta de qualidade e estrutura do transporte em São Paulo é justamente seu partido, que governa o estado há quase 25 anos. E o próprio Doria, que em dois anos à frente da Prefeitura implementou uma política de destruição dos serviços públicos.

A direita é especialista em defasar o patrimônio público, diminuindo e congelando o investimento estatal, para depois ter uma desculpa esfarrapada para entregá-lo aos seus patrões, os grandes capitalistas.

Doria anunciou o aumento de R$ 4,00 para R$ 4,30 nos trens e metrô do estado de São Paulo, um incremento de 7,5%, mais de duas vezes maior que a inflação oficial acumulada em 2018, que foi de 3,6%.

É um governo inimigo dos trabalhadores e da população de São Paulo, eleito em um pleito absurdamente fraudado no qual, no segundo turno, a burguesia entrou em um impasse e demorou horas para escolher quem a representaria no governo, ele ou o sucessor de Alckmin, Márcio França.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas