Fora Bolsonaro! Povo chileno também repudia o fascista ilegítimo

WhatsApp-Image-2019-03-22-at-20.50.46-1

A visita do presidente golpista e ilegítimo Jair Bolsonaro ao Chile no final da última semana teve como consequência uma onda de protestos em todo o país contra  a sua presença no território chileno. Os protestos que reuniram setores da juventude e populares duraram três dias consecutivos e apenas terminaram no último domingo, dia 24, com a partida do presidente de extrema-direita. Os atos chegaram a serem reprimidos pela policia chilena

A população chilena, de maneira devida e correta, rechaçou a presença de Bolsonaro em seu país, denunciando o apoio do golpista brasileiro à ditadura sanguinária de Augusto Pinochet no Chile, a qual levou a morte de mais de 40 mil pessoas. Em 2015, Bolsonaro declarou que Pinochet “fez o que tinha de ser feito no Chile.” Antes da visita dos golpistas ao Chile, o Ministro Chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni declarou que para promover as duras medidas econômicas no Chile contra a população, medidas estas de caráter neoliberal, o ditador chileno teve de promover um “banho de sangue”, e que isso foi algo necessário.

No interior do regime político chileno, a presença de Bolsonaro também causou um amplo mal estar. Lideranças de vários partidos, principalmente da oposição, recusaram um convite do presidente chileno Sebastián Piñera, que pertence a direita chilena, para um jantar com Bolsonaro. O próprio Piñera, que é tão direitista quanto Bolsonaro, declarou que as declarações de Bolsonaro sobre a ditadura são “tremendamente infelizes”.

Estes fatos revelam o tamanho do repúdio a Bolsonaro, o que ficou evidenciado na reação da população chilena a sua presença no Chile. Este repúdio também é enorme e cada vez mais crescente no Brasil, haja vista a rejeição ao governo demonstrada no carnaval. É preciso organizar e impulsionar essa mobilização e derrubar Bolsonaro, assim como todo o regime golpista. Levantar a palavra de ordem de Fora Bolsonaro e todos os golpistas!

Veja abaixo alguns vídeos e fotos das manifestações contra Bolsonaro: