Fora Bolsonaro: mais um General no governo, Fernando Azevedo e Silva, o atual “presidente” do STF

general

Da redação – Bolsonaro indicou por meio de seu twitter, nesta terça-feira (13) de manhã, que o General Fernanado Azevedo e Silva irá compor o Ministério da Defesa de seu governo. O General foi colocado como assessor do atual presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) para comandar de fato a instituição por detrás de seu “boneco de ventríloquo”, e portanto é um homem importante das Forças Armadas.

Trata-se do sucessor do General Villas-Bôas ao cargo de comandante-chefe do Exército, e de mais um dos Generais importantes que Bolsonaro está indicando para compor seu governo. Além dele, tem o General Augusto Heleno, que irá controlar o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que comanda toda espionagem do país, sendo então um dos principais órgãos de repressão; e também o seu vice, o General Hamilton Mourão.

Os militares já estão tomando conta absolutamente do regime político brasileiro, agora de forma direta participando do futuro governo executivo. Com militares, latifundiários e empresários no poder, pode-se ter certeza que um regime de brutal repressão contra a população pode está por vir. Por isso, é preciso mobilizar desde já contra o governo Bolsonaro, com a palavra de ordem “Fora Bolsonaro e todos os Golpistas”. O governo é ilegítimo e não pode nem ter direito de assumir.