FNL adia marcha e apoia greve dos caminhoneiros

FNL

A FNL (Frente Nacional de Luta Campo e Cidade) cancelou temporariamente sua marcha pela Liberdade de Lula, depois de um amplo debate na Coordenação Nacional e conversas realizadas com os caminhoneiros nos pontos de bloqueio por onde vai passar a Marcha e a Policia Rodoviária Estadual e orientou toda a militância em todos os estados onde a FNL está organizada a apoiar amplamente e irrestritamente a Greve dos Caminhoneiros, seja nos apoios nos bloqueios e na solidariedade naquilo que eles estão precisando como alimentos saudáveis produzidos nos acampamentos e assentados coordenados pela FNL.

A Frente realizaria uma grande marcha com 500 militantes vindo de 11 estados (PA, AL, SE, PE, BA, MG, GO, DF, SP, MS e MT), com o objetivo de mobilizar pessoas pela Liberdade de Lula, Reforma Agrária e para fazer o debate político com a sociedade nas Cidades contra as ameaças do Golpe Militar. Isso não significa que a luta atual deixará de lado a prisão política de Lula, pois o que está posto hoje no país, no caos do preço em alta combustível que levou a greve dos caminhoneiros, está diretamente ligado aos golpistas que prenderam o ex-presidente petista.

Sendo assim, é necessário dar total apoio aos grevistas que lutam contra o golpe e explicar as pautas da cidade e do campo, pois os mesmos compõe a classe operária. Assim, o Partido da Causa Operária (PCO) e a FNL declaram abertamente suas notas em apoio às paralisações e greves para mobilizar junto  aos trabalhadores a luta contra o golpe a a prisão ilegal de Lula e Dirceu.

Segue a nota oficial da FNL:

Frente Nacional de Luta Campo e Cidade

INFORME MARCHA NACIONAL POR LIBERDADE E DEMOCRA ADIAMENTO DA MARCHA NACIONAL

A FNL (Frente Nacional de Luta Campo e Cidade) vem através desta, solidarizar e prestar todo apoio à Greve Geral dos Caminhoneiros, entendemos que a reivindicação da categoria é legitima e digna. O Governo Golpista, fascista e fantoche de Michel Temer a serviço dos Estados Unidos está levando o Brasil a falência, com uma política econômica desastrosa que nos levou a ter mais de 13 milhões de desempregados. Não temos dinheiro para a saúde, nosso povo está morrendo nas filas dos hospitais sem atendimento, destruíram a educação, não temos mais o Pro-Une e nem o Fies, Reforma Agraria só no cemitério, pois ao invés de assentar gente na terra esta assentando no cemitério com as chacinas no Campo, a violência tomou conta do País, a segurança pública está falida e com isso temos um Estado paralelo comandado pelas milícias e o crime organizado.

Diante desta greve justa e legitima e as baixas temperaturas no período da noite até parte da manhã na região onde iniciará a Marcha Nacional por Liberdade e Democracia, a FNL – Frente Nacional de Luta Campo e Cidade depois de um amplo debate na Coordenação Nacional e conversas realizadas com os caminhoneiros nos pontos de bloqueio por onde vai passar a Marcha e a Policia Rodoviária Estadual, vem a público comunicar que estamos suspendendo a saída da Marcha por tempo indeterminado e orientado toda a militância em todos os estados onde a FNL está organizada a apoiar amplamente e irrestritamente a Greve doa Caminhoneiros, seja nos apoios nos bloqueios e na solidariedade naquilo que eles estão precisando como alimentos saudáveis produzidos nos acampamentos e assentados coordenados pela FNL.

Reafirmamos nosso compromisso com os lutadores do povo, que busca na Greve, Atos Públicos, Ocupações e Marchas as garantias dos seus direitos sagrado de um salário justo digno para viver e criar seus Filhos

Brasília, 24 de Maio de 2018. FNL – Frente Nacional de Luta Campo e Cidade

TERRA, TARBALAHO E LIBERDADE