Pressão para aumentar a fome
Desde sua criação o objetivo era um só, ditar a política a ser praticada nos países em desenvolvimento. Com isso manter o domínio político e social sobre toda classe operária.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
38981598351_8381953a0f_c
Visita da presidência de Benin ao FMI - 14 | Foto: Presidencebenín

Matéria do jornal Brasil 247 destaca o alerta que o FMI (Fundo Monetário Internacional) fez para o Brasil. Dizem que o País deve estar preparado para dar apoio adicional fiscal caso a situação econômica piore com o agravamento da pandemia, nas palavras da diretora executiva do FMI.

No relatório anual para a economia brasileira ressaltaram a necessidade do governo manter o teto de gastos sob controle, estar muito atento ao risco de sustentabilidade da dívida pública e limitar os efeitos negativos da pandemia. 

As autoridades devem estar atentas à necessidade de apoio adicional, caso as condições da economia piorem. E ainda elogiaram o compromisso do governo com a preservação do teto de gastos.

O compromisso do governo brasileiro com o FMI é notório. Numa semana o presidente diz que não é possível prorrogar o auxílio emergencial e em outra semana evita responder à pergunta.

Já o Guedes diz que o plano A do governo é suspender todo apoio fiscal, mas que se as coisas piorarem agirá de forma decisiva, mantendo o teto de gastos.

A dívida pública está em níveis muito elevados, devemos chegar ao final do ano próximo dos 100% do PIB, embora tanto o FMI como o governo a coloquem como 85% até 2035. E o FMI, no relatório, enfatiza que por muitos anos o país sofrerá com esse nível de endividamento e para isso propõe reformas estruturais, as ditas reformas administrativas.

Como em 2020 o congresso aprovou o “estado de calamidade”, onde as despesas para enfrentamento da pandemia e crise econômica não estão sendo consideradas para efeito da regra da manutenção do teto, que é a inflação do período. Ou seja, o teto está sendo quebrado mas não foi contabilizado.

Como a crise econômica e a da pandemia não dão sinais de recuar, é certo o aumento da dívida pública, pela necessidade do estado socorrer as empresas e manter a classe operária longe das ruas. E o FMI deixa transparecer sua preocupação com isso, alertando o governo para estar atento e agir a tempo.

Por todo o sempre o FMI tem atuado de forma incisiva nos países de capitalismo atrasado. Dizem como agir diante das crises, buscando amenizar a tendência à explosão social. Sem abrir mão de retirar tudo o que podem da classe trabalhadora. Para justificar as perdas salariais e de emprego usam o argumento de que a crise é algo como um desvio natural, negando o fato de que ela faz parte do sistema quando este já dá sinais de esgotamento, e no momento da morte também.

Na intenção de manter os lucros imperialistas, forçam sistematicamente esses governos a fazerem reformas administrativas, fiscais, tributárias e privatizações, garantindo assim que o lucro aumente nos países centrais como EUA, e Europa. Nosso sangue e suor se convertem em renda capitalista para eles.

Quando esses governos gastam além do limite com empresas não há problemas, o que na verdade não é permitido é gastar com o trabalhador, o pobre, o negro, o favelado. Quem desrespeitar essa regra é retirado imediatamente do governo, com golpe de estado, fraudes eleitorais, assassinatos e etc.

Por isso é necessário que a classe trabalhadora esteja organizada em conselhos populares nas empresas, nos bairros, nas escolas e elaborar uma pauta de necessidade imediatas e de maior prazo, sair às ruas e lutar por elas até o fim.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas