Economia
O Fundo Monetário Internacional adverte para os efeitos duradouros da atual crise na economia mundial
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
fmi
FMI | Foto: Reprodução

O Comitê Financeiro e Monetário (FMI) do Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou em um comunicado que a recuperação econômica global da pandemia é “parcial e desigual” e ameaça deixar “cicatrizes persistentes”.

“A crise ameaça deixar cicatrizes persistentes na economia mundial, como menor crescimento da produtividade, maior endividamento, vulnerabilidades financeiras mais agudas e maior pobreza e desigualdade”, alerta o FMI, segundo informações veiculadas pelo RT.

Aumento da dívida

Por sua vez, Kristalina Georgieva, diretora-gerente do FMI, destacou que não existe uma abordagem única que funcione para todos os casos e que “as políticas devem ser adaptadas às necessidades de cada país”.

Georgieva acrescentou que o FMI estima que os níveis de dívida em 2021 irão aumentar “significativamente”, para 125% do PIB nas economias avançadas, 65% do PIB nas economias de mercado emergentes e 50% do PIB nos países em desenvolvimento.

Baixa renda

O FMI estima que o PIB da América Latina e do Caribe cairá 8,1%, melhorando em 1,3% os cálculos que a agência divulgou em junho sobre uma das regiões mais afetadas pela pandemia do coronavírus.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas