Fluminense joga melhor, mas quem vence é o Botafogo, que encosta no topo da tabela

BOT x FLU

Jogando um futebol técnica e taticamente superior ao do adversário, mas sem conseguiu ser eficaz nas conclusões, o Fluminense foi derrotado em uma das partidas que fechou a quinta rodada do Brasileirão 2018.

O tricolor carioca enfrentou o Botafogo, num dos clássicos estaduais da rodada, e mesmo atuando bem não foi capaz de bater o adversário e assim encostar no pelotão dianteiro da tabela. A partida foi realizada no estádio Nilton Santos diante de um público apenas razoável.

Desde o primeiro momento, o tricolor das laranjeiras mostrou superioridade tática e organizativa em relação aos donos da casa. Explorando uma das características que vem marcando a evolução do time, os comandados de Abel Braga ocuparam os espaços do meio de campo e ali trocaram passes para a construção das principais jogadas de ataque, com boas triangulações entre Sornoza, Jadson e Marco Júnior. Também foram criadas boas jogadas pelo lado direito do ataque tricolor, com participação ativa do lateral Gilberto, que sempre apoiava o ataque com idas à linha de fundo e cruzamentos perigosos à área alvinegra.

O goleiro Jefferson passou a ser exigido e fez boas intervenções evitando a abertura do placar pelo time visitante. Mas o Botafogo também chegava com perigo ao ataque e numa dessas subidas uma bola foi alçada à área tricolor. Rodrigo Lindoso se antecipou à zaga do Fluminense, resvalando de leve e deslocando Julio César, indo a bola parar nas redes, abrindo o placar para o time da estrela solitária.

O Fluminense, no entanto, não se abateu com o gol adversário e manteve o mesmo ritmo que vinha imprimindo antes de sofrer o gol. Em mais uma jogada trabalhada pelo lado direito do ataque, o tricolor chegou ao empate através do atacante Pedro, que de peito escorou um cruzamento vindo da linha de fundo, exatamente do lado esquerdo da defesa botafoguense, setor por onde o ataque do Flu construiu as melhores jogadas de ataque.

No segundo tempo, o panorama não se alterou e o time das laranjeiras voltou com a mesma disposição, marcando a saída de bola do Botafogo e pressionando no ataque. Mas novamente foi surpreendido pelos donos da casa. Numa cobrança de escanteio, a zaga tricolor vacilou mais uma vez e permitiu que o atacante Kiesa subisse mais alto e escorasse de cabeça para decretar o segundo tento do “Fogão” e dar números finais à partida. O gol de desempate aconteceu aos 18 minutos e daí em diante foi só pressão do Fluminense, que obrigou o goleiro Jefferson a praticar pelo menos três grandes defesas, evitando o empate tricolor. E ficou assim até o apito final. o Botafogo – com a vitória – subiu seis posições na tabela, indo aos 8 pontos, ocupando a sexta posição. O Fluminense estacionou nos sete pontos, caindo para a nona posição.

América Mineiro visita o Ceará, abre boa vantagem mas cede empate no final

Na outra partida que fechou a quinta rodada, o América Mineiro deixou escapar uma vitória que parecia certa contra o Ceará. O simpático time mineiro abriu vantagem de dois gols contra os cearenses, mas não teve a experiência necessária para segurar o resultado e acabou cedendo o empate ao time da casa, com gols no segundo tempo. O grande público que compareceu à Arena Castelão presenciou uma partida bastante movimentada, com os dois times buscando o gol em todos os momentos.

O time mineiro deve estar lamentando muito o resultado, pois caso vencesse assumiria a vice liderança do campeonato, chegando aos nove pontos. Mas não foi dessa vez. O resultado deixou o América com sete pontos, posicionado na décima colocação. O empate deixou os cearense ainda na zona da degola, com três pontos, na penúltima posição.