Rio de Janeiro
Instituto chama a atenção para a situação no segundo estado mais importante do país
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Porto Alegre, RS 03/04/2020: O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) recebeu a doação de 15 protetores faciais confeccionados no Ecossistema de Inovação da Unisinos – Tecnosinos. Os equipamentos de proteção individual são recomendados para a face e de uso complementar às máscaras utilizadas por médicos e enfermeiros. Foto: SMS/PMPA
Trabalhador da saúde. Foto: Foto: SMSUrb/PMPA |

Da redação – Segundo relatório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), enviado ao governo do Rio de Janeiro, entre os dias 13 de maio e 22 de julho, o segundo estado mais importante do país não deverá ter mais leitos de UTI disponíveis, tanto na rede pública como privada. Além disso, neste período, o coronavírus deve se espalhar por quase todo o estado, mesmo nos municípios que hoje têm menos de 50 casos.

O relatório ainda aponta que as ações contra o coronavírus devem ser estendidas durante 18 meses.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas