Risco a população
Um estudo realizado pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) identificou o novo Coronavírus presente em 94% das amostras coletadas em 29 pontos da cidade de Niterói, no Rio de Janeiro.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
esgoto-1 (1)
94% das amostras analisadas continham o novo Coronavírus | Foto: Reprodução

Um estudo realizado pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) identificou que em 94% de amostras analisadas do esgoto da cidade de Niterói-RJ foram encontrados o novo Coronavírus. As amostras foram coletadas em 29 pontos da cidade nas quatro primeiras semanas de junho.

Dentre os pontos de coleta estão estações de tratamento de esgoto, pontos de descartes hospitalares e redes coletoras. O estudo mostra como a falta de tratamento adequado do esgoto pode ser prejudicial as famílias mais pobres, que podem entrar em contato com o vírus na falta de infraestrutura adequada, como os esgotos a céu aberto, podendo deixar ainda mais vulneráveis as populações que já se encontram em estado crítico diante da pandemia. O estado do Rio de Janeiro já ultrapassou a marca dos 10 mil mortos pela doença.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas