Financial Times não quer Bolsonaro nem Haddad: Alckmin é o candidato do imperialismo

alckmin

Da redação – O jornal britâncio, Financial Times, apelidou a dispusta entre Fernando Haddad e Jair Messias Bolsonaro de disputa entre “extrema-esquerda” e “extrema-direita”. Com base nessa campanha contra os extremos, que explica porque retiraram Lula da disputa eleitoral, o Financial Times declarou que vê nesta batalha “um pesadelo para o mercado”.

O jornalista do FT, Joe Leahy, que fez o vídeo dando estas declarações, declarou que o mercado preferiria alguém como Geraldo Alckmin, revelando a jogada já denunciada por este jornal. Ainda segundo o FT, Bolsonaro “é o primeiro candidato de extrema-direita com chances de comandar o Brasil desde que os militares estiveram pela última vez à frente do país nos anos 1980”.

Fica então bem claro que a classe dos tubarões capitalistas que controlam o mercado internacional não querem Bolsonaro e nem Haddad, preferem uns tucanos como Geraldo Alckmin ou Ciro Gomes. Muito provável será um destes que irá ganhar, pois o imperialismo está controlando com punhos de ferro estas eleições.