Siga o DCO nas redes sociais

Presidente sai da cadeia
Finalmente, Lula livre: ex-presidente sai da prisão em Curitiba
O povo deve sair às ruas para uma grande mobilização, aproveitando a saída de Lula, a fim de garantir a sua liberdade e, assim, radicalizando a luta contra o golpe e a direita
39030290580_12fccbf2e6_k
Presidente sai da cadeia
Finalmente, Lula livre: ex-presidente sai da prisão em Curitiba
O povo deve sair às ruas para uma grande mobilização, aproveitando a saída de Lula, a fim de garantir a sua liberdade e, assim, radicalizando a luta contra o golpe e a direita
Foto: Wandaick Costa/CUT
39030290580_12fccbf2e6_k
Foto: Wandaick Costa/CUT

Da redação – O ex-presidente Lula acaba de sair da prisão, após 580 dias mantido preso nas masmorras da Polícia Federal, em Curitiba.

Centenas de militantes estão concentrados para recebê-lo na saída da Superintendência da PF, na Vigília Lula Livre. Eles foram se aglomerando ao longo da tarde, chegando de diversos locais de Curitiba e do Paraná.

Pela manhã, o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, pediu a soltura imediata de Lula. “Já na PF de Curitiba para conversar com o ex-presidente Lula. Vamos sugerir a ele o protocolo imediato de um pedido ao juizo da execução para que ele saia da prisão com base no julgamento de ontem do STF, sem prejuízo de continuarmos a priorizar o HC da suspeição”, publicou Zanin em sua conta no Twitter.

Enquanto militantes chegavam na Vigília, na Praça Pedro Alexandre Broto outras dezenas de ativistas se concentravam, para pressionar a Justiça Federal do Paraná.

Devido à aglomeração na Vigília e à iminência da saída de Lula, a polícia colocou grades para separar os manifestantes da imprensa burguesa e do caminho por onde Lula passaria.

Por volta das 16h, Lula saiu da cela e foi encaminhado para fazer exame de corpo de delito. Pouco depois, o juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara de Execuções Penais, expediu alvará de soltura de Lula.

O ex-presidente deverá fazer um discurso para os companheiros da Vigília Lula Livre e depois, segundo informações de Curitiba, deverá ir para São Bernardo do Campo onde se abrigará no Sindicato dos Metalúrgicos e, amanhã, deverá realizar um comício popular.