Para salvar a burguesia
O fim do auxílio emergência junto com a crise capitalista em progresso tem avançando cada vez mais contra a classe trabalhadora
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
auxilio-emergencial
Auxílio emergencial | Foto: Thiago Gadelha

O governo Bolsonaro e a burguesia que permitiram o auxílio emergencial no valor ínfimo de R$600,00 para evitar uma revolta popular, já diminui o valor do auxílio pela metade mesmo com o avanço da pandemia e restringiu o alcanço do auxílio, caminhando para a extinção do auxílio, o que segundo levantamento da FGV levará milhares de pessoas para a pobreza.

O fim do auxílio emergência junto com a crise capitalista em progresso tem avançando cada vez mais contra a classe trabalhadora faz parte da política da burguesia de atacar os trabalhadores para salvar os capitalistas. É preciso uma mobilização popular para exigir a manutenção do benefício e o aumento do seu valor para garantir a sobrevivemcia do povo durante este período.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas