Siga o DCO nas redes sociais

Filipe Luis narra o desprezo dos Europeus pelo melhor futebol do mundo
felipeluis-brasil-brunodomingos-mowa
Filipe Luis narra o desprezo dos Europeus pelo melhor futebol do mundo
felipeluis-brasil-brunodomingos-mowa

Em entrevista ao programa Aqui com Benja! no último sábado, o lateral Felipe Luis que, por 13 anos atuou na Europa, comentou sobre o desprezo ao futebol brasileiro nos países europeus.

Felipe deixou bem claro a forma com que o futebol latino-americano, responsável por levar nas costas os campeonatos europeus, é tratado: “Nada. Zero. Nada, nada. Nem de jogador. Por exemplo, Rodrygo. O Real Madrid contratou o Vinícius e depois o Rodrygo. No vestiário, todo mundo perguntava: ‘Como é que é esse Rodrygo?’ Ninguém conhece o Rodrygo. Quem olha? São os clubes. Nem transmitem os jogos. São só um jogo ou dois por rodada”.

Isso deixa claro o total cinismo da imprensa burguesa brasileira que, de forma colonizada, adora colocar em um pedestal o futebol europeu, trata-lo como um exemplo para os países latino-americanos, quando o nosso futebol é nada mais que o responsável pelo nível elevado dos campeonatos do velho continente.

O futebol brasileiro é visto apenas como uma mercadoria para os grandes capitalistas que lucram em cima desse que é o esporte mais popular do mundo. E o Brasil, um país atrasado e dono do melhor futebol do mundo, serve apenas como exportador barato de jogadores para o exterior, ao mesmo tempo em que é desprezado pelos países imperialistas.

Esse desprezo é natural, pois por eles serem conhecidos pelo “futebol força”, necessitam fazer uma propaganda a seu favor. O problema principal está em nossa imprensa, que não defende o “futebol arte” como é classificado o brasileiro, e sim, se submete aos interesses estrangeiros e tenta passar para a população uma propaganda distorcida da realidade.