Pandemia fora de controle
Número de infectados na “segunda onda” cresce rapidamente aumentando a demanda por enfermarias e leitos de UTI.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Health workers and patients remain in the Intensive Care Unit for COVID-19 of the Gilberto Novaes Hospital in Manaus, Brazil, on May 20, 2020. - Brazil has seen a record number of coronavirus deaths as the pandemic that has swept across the world begins to hit Latin America with its full force. (Photo by MICHAEL DANTAS / AFP)
Vagas em enfermarias e UTIs estão próximo da exaustão. | Foto por: reprodução.

O crescimento do número de contaminados pelo coronavírus no Rio de Janeiro tem levado a uma “explosão” na demanda por leitos. Segundo dados da Secretaria estadual de Saúde o número de pessoas esperando para serem atendidas em enfermarias ou UTIs passou de 133, há três semanas, para 472 nesta segunda (07), uma alta de 254%.

O órgão informa ainda que a taxa de ocupação em leitos de enfermaria é de 63% e de 82% em camas de UTI em todo o Estado. Na capital, os números da rede pública (SUS) seria de 92% de ocupação nas UTIs e de 88% na enfermaria.

A expectativa do Sindicato dos médicos é que os números de infectados continuem a subir rapidamente, além dos infectados estarem mais espalhados por todo o Estado e não somente na capital, como no começo da pandemia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas