Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
fifa
|

Da redação – A informação de que a família Marinho foi financiada pelas burguesias imperialistas, mantendo envolvimento em diversos esquemas obscuros de corrupção, junto com a Ditadura Militar de 1964, não é nova. Dito isso, uma nova informação surge no livro “Minha Verdade”, que acaba de lançar na Europa o ex-presidente da Fifa Joseph Blatter, onde o ex-jogador e dirigente da FIFA afirma que dinheiro da Rede Globo foi desviado para a criação de uma “caixa-preta” no futebol.

Blatter, que é economista, revelou aos leitores que, quando desconfiou das movimentações, imaginou que o esquema usado para pagamento de propina — “caisse noir” — envolveria por parte da Fifa apenas Ricardo Teixeira, e não João Havelange, sogro de Teixeira. Investigando mais a fundo, viu, através do processo conduzido no tribunal do cantão de Zug, Suíça, que o dinheiro desviado pelo presidente mais antigo da entidade, foi algo em torno de US$  1 milhão (R$ 3,7 milhões em valores atuais).

O autor não cita o nome da Globo nem faz referência a seu envolvimento direto no pagamento de propina. Porém, a ISL, empresa intermediária condenada na Suíça, é quem fazia os pagamentos, e como se sabe, o dinheiro que saiu da Globo, em 1998, para assinatura do contrato que garantiu para a emissora os direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2002 e 2006, fez uma “intrigante” escala em uma série de paraísos fiscais. O Diário Centro do Mundo (DCM), demonstrou na época que o ponto de partida do dinheiro da corrupção global, começou a rodar no Uruguai até cair na conta da ISL, a intermediária da propina.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas